• images/img_topo/001.jpg
  • images/img_topo/002.jpg
  • images/img_topo/003.jpg
  • images/img_topo/004.jpg

GM flagra loja com milhares de mídias piratas

Em cinco meses, é a terceira vez que a GMVR vai a essa loja, onde foram encontradas mais de 3.600 midias piratas

 

         Por volta das 17h dessa quarta-feira, dia 19, os inspetores Botelho e B.Pereira estavam à paisana e foram até uma loja localizada no primeiro andar de um prédio na Av. Sávio Gama, no bairro Retiro, por ordem do comandante da GMVR, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa. No local, sem serem reconhecidos como guardas municipais, os dois inspetores flagraram, pela terceira vez em cinco meses, a loja lotada de midias piratas, que novamente foi alvo de perícia da Polícia Civil, tendo sido apreendidos desta vez 3.677 CDs de músicas e DVDs de filmes e de jogos piratas. Os GMs Marcelo e Nesio também participaram da operação.

         Um homem que estava no local, de 25 anos e morador do Retiro, foi encaminhado à 93ª DP para as medidas cabíveis, assim como os produtos pirateados. Em dezembro, nessa mesma loja, foram apreendidos 10 mil midias piratas e em fevereiro mais 7.801, sendo que daquela vez a loja foi interditada pelos fiscais da SMF (Secretaria Municipal de Fazenda), pois não tinha autorização para funcionar. “Mesmo assim, os vendedores insistiram e encheram a loja de material claramente pirateado, colocando à venda novamente, apesar da interdição da SMF”, explicou o comandante da GMVR.

         A loja estava na mira da SMF porque não possuía alvará de funcionamento e porque já tinha sido fiscalizada quatro vezes pela GMVR e uma vez pela Polícia Civil, mas mesmo assim insistia em continuar vendendo os produtos falsificados. “Ficamos novamente surpresos em ver que, mesmo tendo sido alvo de uma grande operação no último dia 24 de fevereiro, bem como em dezembro do ano passado, com a apreensão de quase 18 mil midias piratas, o dono da loja conseguiu colocar à venda mais de três mil produtos piratas, mesmo a loja estando com o adesivo da SMF informando a interdição”, afirmou o comandante.

 

         De acordo com o major Luiz Henrique, “as fiscalizações sobre mídias piratas continuarão a ser feitas, inclusive por ser uma exigência do Ministério Público e todos os agentes que estão trabalhando nas ruas têm a orientação de fiscalizar, apreender e encaminhar à Delegacia quando houver flagrante”, salientou o comandante. As denúncias podem ser feitas à Ouvidoria da corporação, através do telefone 3339-9292 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ”.

Guarda Municipal de Volta Redonda 

Rua Alexandre Polastri Filho, nº 10 - Ilha São João | CEP: 27251-970

Tel: (24) 3339-9301 | (24) 3339-9300 | Ouvidoria: (24) 3339-9292 | Email: gmvr@epdvr.com.br