• images/img_topo/001.jpg
  • images/img_topo/002.jpg
  • images/img_topo/003.jpg
  • images/img_topo/004.jpg

UGC na luta pelo combate à dengue

Terreno acumulava muito lixo e foram encontradas larvas e ninhos de ratos

 

         Os setores V e II da UGC (Unidade de Guarda Comunitária) – formados pelo inspetor Augusto e GM Marcos e pelo inspetor S.Arruda e GM Cleveci, respectivamente -, realizaram este mês mais um trabalho de combate à proliferação do mosquito aedes aegypti, num terreno localizado no bairro Ilha Parque, que estava completamente lotado de lixo, entulho e vários recipientes contendo água acumulada e larvas do inseto. Também foram encontrados vários ratos e ninhos do animal. Um homem de 70 anos morava no local, mas em péssimas condições de higiene, uma vez que não tinha água e nem luz elétrica. O local já pegou fogo alguns anos atrás.

         De acordo com o inspetor Augusto (Setor V da UGC), “estávamos monitorando esse terreno há algum tempo e recebemos várias reclamações da vizinhança sobre a situação do acúmulo de lixo. Quando percebemos que o número de pessoas que contraíram dengue no bairro aumentou, resolvemos procurar a família do morador e uma irmã dele concordou com a limpeza do terreno e ainda se comprometeu em construir uma casa digna para ele no mesmo lugar. Enquanto isso, o idoso ficará morando com ela”, explicou o inspetor.

         Os passos seguintes foram: solicitar a ajuda da SMAC (Secretaria Municipal de Ação Comunitária), que fez o contato com o dono do terreno e o encaminhou até a casa da irmã; fazer contato com a SMSP (Secretaria Municipal de Serviços Públicos) para que a limpeza fosse realizada e pedir à Vigilância Ambiental que jogasse o veneno necessário para acabar com todas as larvas do mosquito.

- Foram retirados cerca de 10 caminhões de lixo e entulho do local, demonstrando bem o quanto aquela vizinhança estava correndo o risco de contrair qualquer uma das doenças transmitidas pelo mosquito. O trabalho desenvolvido pelas UGCs é monitorar os bairros; ficar em contato com os presidentes de associações de moradores; tomar conhecimento dos problemas e agilizar a solução dos mesmos. O serviço feito no Ilha Parque foi muito importante – ressaltou o comandante da GMVR, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa.

 

         Segundo o inspetor Augusto, “os funcionários levaram o dia todo para retirar o lixo e entulho e limpar todo o terreno, sendo necessária a utilização de um trator e todo o trabalho foi acompanhado pela Guarda Municipal. No final da limpeza, recebemos a aprovação dos moradores, que se juntaram a aplaudiram a decisão tomada”, finalizou o inspetor. 

Guarda Municipal de Volta Redonda 

Rua Alexandre Polastri Filho, nº 10 - Ilha São João | CEP: 27251-970

Tel: (24) 3339-9301 | (24) 3339-9300 | Ouvidoria: (24) 3339-9292 | Email: gmvr@epdvr.com.br