• images/img_topo/001.jpg
  • images/img_topo/002.jpg
  • images/img_topo/003.jpg
  • images/img_topo/004.jpg

Vistoria do Detran/RJ detecta um veículo roubado ou furtado

Desde 2011, já foram encontrados 194 veículos com problemas delituosos

No dia 1º de abril, os vistoriadores do Detran/RJ estiveram no Depósito Público Municipal, no bairro São Luiz, e na sede da Guarda Municipal de Volta Redonda, na Ilha São João, para vistoriar 132 veículos que poderão fazer parte do 8º Leilão de Veículos da corporação, que tem previsão para ser realizado no mês de junho. Foram inspecionados automóveis, motocicletas e carcaças de veículos recolhidos por diversas irregularidades e cujas medidas administrativas estão previstas no CTB (Código de Trânsito Brasileiro).
O resultado da vistoria, que foi divulgado hoje pelo Detran, ficou assim:
- 60 (19 autos e 41 motocicletas) estão aptos a irem para leilão;
- 70 (63 autos e 07 motocicletas) foram considerados irrecuperáveis (sucatas);
- 01 (um auto) tem restrição judicial;
- 01 (uma moto) tem registro de roubo/furto na BIN (Base Índice Nacional).
Desde junho de 2011, quando foi realizado o primeiro leilão de veículos da Guarda Municipal de Volta Redonda – após 10 anos de criação do Depósito Público Municipal -, foram detectados 194 veículos com problemas envolvendo delitos. Os veículos adulterados (quando não tem como identificar e nem saber se foi produto de roubo) somaram 111; os que têm registro de roubo/furto na BIN (Base Índice Nacional) foram 37 e os que apresentaram restrição judicial somaram 46. Também desde 2011 já foram entregues à DRFA (Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis), no Rio de Janeiro, 89 veículos, entre carros e motos.
De acordo com o comandante da GMVR, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa, “o resultado apurado reforça a serventia da UGC (Unidade de Guarda Comunitária) que trabalha em parceria com os presidentes de associações de moradores, que nos faz identificar veículos que não pertencem aos bairros, facilitando a ação da Guarda Municipal. Num primeiro momento através das sanções administrativas e que posteriormente se transformam em crime”, analisou ele.
- Outro ponto positivo são as operações realizadas sobre as motos, por ser de conhecimento dos órgãos de segurança que a grande maioria dos delitos utiliza esse tipo de veículo. Por isso intensificamos e vamos intensificar ainda mais as fiscalizações, principalmente nas motos sem placas e sem lacre – finalizou o comandante.
Segundo análise feita pelos inspetores da GMVR, tendo em conta o levantamento feito durante todo o ano passado das fiscalizações com motocicletas, de cada 100 condutores abordados, mais de 30% apresentam problemas com a documentação, sendo que muitos só têm a nota fiscal de compra do veículo; e mais de 20% não possuem CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Isso aumenta o risco de acidentes de trânsito e esta seria a segunda meta do projeto: prevenção aos acidentes, que também tem um crescimento juntamente com o aumento do número de veículos nas ruas.

Guarda Municipal de Volta Redonda 

Rua Alexandre Polastri Filho, nº 10 - Ilha São João | CEP: 27251-970

Tel: (24) 3339-9301 | (24) 3339-9300 | Ouvidoria: (24) 3339-9292 | Email: gmvr@epdvr.com.br